quinta-feira, 22 de junho de 2017

Economia Básica.


uriosamente, conforme vamos amadurecendo no mundo das finanças, as fichas começam a cair. Isso porque não basta trabalhar e guardar dinheiro na poupança(aff). É preciso muito mais do que isso para que haja evolução financeira em nossas vidas e que possamos também realizar nossos sonhos, no meu caso, "Eu Quero Renda Passiva" e não mais ser obrigado a trabalhar para ter dinheiro para pagar as contas, quero tirar esse peso das minhas costas, trabalhar sim, mas sem corda no pescoço. A partir do momento que adquirimos consciência financeira, damos mais valor ao nosso suado dinheiro. Começamos a perceber que gastamos com coisas fúteis e desnecessárias. Ao nos darmos conta disso, passamos a pensar onde estamos desperdiçando dinheiro. 

Me fiz essa pergunta e comecei a questionar onde havia desperdício de dinheiro em minha vida financeira e cheguei a seguinte conclusão:

  • Eu estava comendo muito e ficando barrigudo a ponto de me sentir incomodado. Pensei, preciso comer menos, e foi o que eu fiz. E olha que legal. Agora sobra dinheiro do ticket restaurante que a empresa paga e com essa sobra eu uso pra comprar meus pães diários pro café da manhã. Essa atitude não me fez passar fome pra economizar, não mesmo. Eu estou comendo o suficiente e de forma  mais saudável e ainda por cima "a empresa" está pagando meu café da manhã "de casa". Eu compro normalmente 5 ou 6 pães diariamente. Ótima atitude essa minha.
  • Não tenho internet no celular. Pra quê? Pra usar What`s Up e Facebook? 99% do conteúdo dessas redes sociais são apenas idiotices. Pagar pra ver negão da piroca? Pagar pra ouvir aquele gemido alto da mulher que o único objetivo e te constranger? Passo o dia inteiro no trabalho ou em casa, então uso a internet desses lugares.
  • Nos bancos paga-se para fazer TED e DOC, ao longo do ano essas tarifas pesam em nosso bolso.   Portanto, economizá-la é essencial. Por isso eu transformei minha conta corrente em conta digital (já faz um bom tempo). Por ano estou economizando um bom dinheiro, acredite. Pena que vários bancos não oferecem mais essa modalidade de conta.   
  • Não faz sentido pagar para investir no Tesouro Direto se tem opção gratuita e de qualidade. Então, deve-se abrir conta somente onde não se paga por esse investimento. 
  • Só compre o que for necessário. Me diga, pra que comprar celular extremamente caro? Poxa EQRP, eu adoro tecnologia e quero ter um ótimo hardware em mãos. Tá bom, então pra que comprar por exemplo o celular da maçã/S8(4k +-) se você pode comprar um compatível ou até melhor(meu caso) por menos da metade do preço? Cara, deixe de ser fanboy. 
  • Uso meu cartão de crédito para comprar somente o que eu realmente estou precisando, acumulo pontos e, também para pagar meia entrada no cinema, em sessão 3D é uma baita economia.
  • Estou comendo menos fora de casa, só esse exemplo já dá uma baita economizada durante o ano.
  • Eu adoro ler, sempre que passava em frente a uma banca de jornal eu comprava uma revista/livro, atualmente tenho várias delas no plástico ainda, algumas desatualizadas por que já tem mais de um ano. Mais um exemplo de gasto desnecessário. Parei com isso. 
  • Um tempo atrás estavam cobrando de mim parcelas de anuidade do cartão de crédito que nunca usei. Passei a dar mais atenção ao extrato do banco, confesso, falha minha. Sempre tive e tenho preguiça de conferir detalhadamente o extrato, estou fazendo isso agora. 
  • Após o almoço sempre dá aquela vontade de comer doce. "Todo dia" eu ia a bomboniere e comprava vários doces. Parei com essa mania, ainda compro doces mas, eles duram muito mais em minha gaveta. Estou economizando e melhorando minha saúde também. 
Se eu sempre tivesse feito essas economias, já daria uma bela grana se eu tivesse juntado tudo e investido com consciência. Hoje estaria em melhor situação financeira. O jeito é correr atrás e continuar não rasgando dinheiro.

*obviamente eu economizo tanto porque não tenho alta renda.

Abs.
EQRP

domingo, 11 de junho de 2017

Eles fingem que me pagam o justo e eu finjo que trabalho de maneira produtiva.

Sem perspectiva para o futuro, sentimento de vazio e uma amargura que é difícil de se explicar.

A minha dedicação ao trabalho sempre foi visível. Sempre fiz trabalho de alta qualidade. Sou bom no que faço, criativo. Perdi as contas de quantas vezes fui elogiado pelo meu patrão devido ao resultado final de minhas atribuições.

Mas, na hora da valorização financeira é sempre um.......foda-se, simples assim.

Tenho um problema que não há controle. Em hipótese alguma eu puxo o saco ou bajulo algum superior no escritório ou em qualquer outro lugar. Simplesmente trato todos da mesma forma. É impossível pra mim mudar o tom de voz quando estou lidando com meu patrão, eu trato ele da mesma maneira como trato a moça da limpeza.

Assim sendo, fica difícil se dar bem no trabalho, acho que esse é o motivo, só pode. Os que se dão bem, são os notadamente bajuladores. Aqueles que trabalham aos sábados mesmo não havendo expediente e sem remuneração por isso. Bem ou mal os patrões preferem esse tipo de gente. Pois são eles que fazem de tudo pela empresa, de maneira exagerada e desnecessária.

O pior de tudo é o fato de estar passando por tudo isso por causa da pooooooha do dinheiro. SIM, lógico que é. Preciso de dinheiro pra pagar as contas e me alimentar. Se não fosse por questões financeiras nada disso seria problema, não haveria estresse, já que não dependeria deles e não estaria trabalhando mais, pelo menos não com esse pessoal atual, estaria trabalhando no que eu gosto e com pessoas que gosto... isso se estivesse trabalhando...porque já estou de saco cheio.

Recentemente comentei com uma pessoa que eu quero muito viver de renda passiva para não mais trabalhar. A pessoa disse que não aguentaria ficar de "bobeira" em casa. Sei lá, acho que é pura falta de criatividade pensar assim. Eu não ficaria de bobeira, faria e aprenderia tantas coisas que até hoje não sei por pura falta de tempo.

Incrível como TUDO gira em torno do dinheiro. Todos os males do mundo. Foda isso, a felicidade depender do dinheiro, "no meu caso é claro". Muitos irão dizer que dinheiro não traz felicidade.
Então, pare de trabalhar e espere as contas chegarem e não as pague, quero ver até onde isso é verdade.

"Eu Quero Renda Passiva" simplesmente para ter paz de espírito e viver a vida como ela deve ser vivida. Não quero mais ver a minha vida passar olhando para o monitor. Dia a dia trabalhando duro para deixar meu patrão mais rico do que já é, o cara tem mansões em vários lugares, inclusive no exterior, carros de luxo, jato entre outros brinquedos. E eu ajudando a bancar tudo isso, mas, minha vida não tem melhorado, pedi aumento e eles disseram para eu me dedicar mais e quem sabe no futuro eu finalmente receberei o aumento.

Diante dessa negativa, qual passou a ser minha atitude? Eu não mais contribuo com novas idéias, cumpro rigorosamente meu horário de trabalho. Deixo meu superior imediato tomar todas as decisões, inclusive as criativas, detalhe, ele não é criativo, eu sim como já disse, a empresa valoriza ele, então ele que assuma as responsabilidades.

Vejo alguns trabalhos serem feitos de maneira inadequada e eu não falo nada... dane-se. Estou pensando em trocar de emprego, se isso acontecer eu não avisarei, irei apenas comunicar minha saída e não irei esperar para conseguirem outra pessoa para treinar... dane-se.

"Eles fingem que me pagam o justo e eu finjo que trabalho de maneira produtiva".

Admiro pessoas que passam por situação semelhante ou pior e, mesmo assim, levam a vida numa boa, sem se abalarem por conta disso. Infelizmente, não é o meu caso, eu não consigo.


Sim...Eu Quero Renda Passiva.
Abs.

domingo, 28 de maio de 2017

O Aprendizado e Finanças.

O aprendizado é algo muito interessante e instigante também. É como se o mundo se abrisse diante dos nossos olhos. Até pouquíssimo tempo atrás o meu interesse por finanças era praticamente zero, achava que não adiantava nada mergulhar no mundo dos investimentos se eu não tinha uma quantidade considerável de dinheiro para aplicar, simples assim.

Não me lembro quando o interesse sobre o assunto enfim surgiu, só sei que foi tarde e, não faz tanto tempo. Atualmente, já faz parte do meu linguajar termos como Marcação a Mercado, Índice de Basiléia, IPCA, Selic, Debêntures entre outros.

Eu sinto muito prazer quando estou diante de uma oportunidade de ler sobre finanças. A única barreira é a falta de tempo, literalmente. Os livros sobre o assunto estão empilhados em minha estante esperando para serem lidos, e são vários.

Nesse exato momento, estou escrevendo esse post aqui na mesa do escritório mas, de olho na chefia que se encontra mais adiante ao alcance dos meus olhos, se eles vierem pra cá eu terei que dar alt-tab e voltar ao trabalho.

Como eu me arrependo, chega a dar uma angústia muito grande. Por quê eu não me interessei por investimentos antes? Mesmo tendo pouco dinheiro. Tenho certeza que eu hoje estaria muito próximo de realizar o meu grande sonho da minha vida... "Viver de Renda Passiva".

O que me motiva é a perspectiva de ter a vida que eu julgo ser a ideal pra "mim". Só de imaginar poder fazer tudo aquilo que eu quero e na hora que quero me da motivação.

Só o fato de não ser obrigado a conviver com gente que não gosto já me da mais energia e motivação ainda. Com certeza cuidaria melhor da minha saúde. Aprenderia coisas de que tenho vontade de aprender mas não tenho tempo porque preciso trabalhar pra manter exatamente essa vida que eu quero pra mim só que pro meu patrão...aff que desgraça.

Agora só me resta correr atrás do tempo perdido. De repente a maturidade consiga me ajudar nesse aspecto. Seguirei lendo sobre o assunto
acompanhando blogs e outras fontes de informação disponíveis também.

Há pouco tempo sai da zona de conforto, investi pela primeira vez fora da poupança, sensação estranha confesso. Meu dinheiro sempre teve destino certo....a poupança, mas, isso será assunto para um outro post.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Tomei a pilula da Matrix ... Viver de Renda Passiva... O Sonho.

Hoje, segunda-feira. São 5:30 da manhã, como sempre, o despertador insiste em gritar no pé do meu ouvido para que eu me levante, como o faz a anos.

Na noite anterior, me lembro de ter visto no fantástico uma reportagem sobre o escândalo da JBS e o envolvimento de alguns políticos no esquema, inclusive o presidente Temer, o Aécio se fudeu nessa também.

Tenho que me levantar. Preciso ir trabalhar mas, estou muito resfriado. A tosse está muito forte, estou sentindo fraqueza, acho que estou com febre, o nariz não para de escorrer, chiado e catarro no peito, moleza no corpo. Acha que é só isso? Não, não é. Lá fora está chovendo, já estou imaginando o trânsito caótico que me espera, um cara nessas condições, tendo que sair de casa para trabalhar. Pior, indo trabalhar para ajudar a manter o padrão de vida do meu patrão, padrão de vida que eu quero ter para mim. Quero trabalhar para ter esse padrão e não trabalhar para dar esse padrão de vida para os outros...aff.

Essa narrativa faz parte do meu cotidiano, ela é real. Eu Quero Renda Passiva justamente para não mais passar por isso, onde já se viu, sair de casa nesse estado de saúde?

Quero continuar trabalhando mas, naquilo que eu gosto, com horário flexível e com as pessoas que eu quiser. Tenho certeza de que o trabalho iria sair com mais qualidade se eu já estivesse garantido financeiramente. Trabalhar sem ter aquela obrigação de conseguir pagar as contas no final do mês assegura tranquilidade e qualidade de vida, deixa de ser um fardo.

Não há mal algum em ser empregado, a maioria das pessoas são. Todavia, é como se eu tivesse tomado aquela pílula do filme Matrix. Acordei pra realidade e quero viver, a vida já é tão curta.

Quando eu puder Viver de Renda Passiva, eu irei...

  • ficar em casa quando estiver doente e não dar satisfação pra ninguém...claro.
  • por volta das 9:30 tomar café e ir dar uma caminhada sem hora pra voltar, farei isso durante a semana e não apenas aos sábados e domingos. 
  • curtir mais os meus pais.
  • sabe aquele filme que acabou de sair nos cinemas? Então, quero assisti-lo na primeira sessão, plena segunda-feira, é cedo e tem pouca gente pra me incomodar no cinema, sempre tem aqueles filhos de puta que insistem em falar durante o filme, sem falar que comem pipoca com se fossem porcos.
  • colocaria a minha leitura em dia.
  • cuidaria da minha saúde.
  • faria vários cursos de que tenho vontade, entre eles: Fotografia, Eletrônica, Cerveja artesanal, Culinária, Criação de sites, Criação de videos, Matemática, Escrita entre outros.
  • meu sonho maior é conhecer o litoral brasileiro, principalmente os locais de difícil acesso, só aí iria demorar anos.
  • também assistiria as séries que estão bombando.
  • iria viajar muuuuuuuuuuuito.
  • faria mergulho.
  • aprender a jogar xadrez.
  • aprender a jogar pôquer.
  • pintaria quadro, sei lá, sempre quis tentar.
  • tentaria dar uma de marceneiro.
  • direção defensiva.
QUERO FICAR ENTEDIADO POR NÃO TER O QUE FAZER DO QUE FICAR...
ESTRESSADO/DEPRIMIDO/NERVOSO/CHATEADO/DESANIMADO/CHOCADO/BUFANDO/REVOLTADO/COM DOR DE CABEÇA/INTESTINO TRAVADO/DESESPERADO/TRISTE POR CAUSA DO TRABALHO SEM PERSPECTIVA.

A única coisa que me veio a cabeça para mudar essa situação é aprender a fazer o dinheiro trabalhar por mim e, quem sabe, dessa maneira eu possa viver de renda passiva algum dia.

Vou me dedicar ao máximo para alcançar meu objeto. Não quero ter que trabalhar por obrigação pra sempre, ninguém merece isso. A vida é curta demais para desperdiçá-la. Sim, também está me dando vontade de empreender, de preferência on line, resta saber em quê.

domingo, 21 de maio de 2017

Adoradores de Cachorros.

Depois de muito tempo, estou de volta.   Falta de tempo para o blog, quero muito inserir aqui assuntos relacionados a finanças e outros tópicos também.  Pretendo passar por aqui mais vezes. Complicado, o trabalho nos tira daquilo que temos vontade de fazer.   Tudo por causa do dinheiro...aff.   Se eu já estivesse em condições de viver de renda passiva eu seria mais feliz, teria mais tempo pra mim e minha família.  Cuidaria da minha saúde como se deve.   Atualmente eu sempre deixo pra depois e nunca vou ao médico.   NUNCA fiz um check-up.   E já sou um homem maduro.   Enfim, o check-up eu tentarei fazer esse ano e, pra piorar, tenho horror a agulha...puta que pariu. Bem, mudando de assunto.


A pouco tempo, atrás um amigo estava tendo problema com o cachorro do vizinho e...
            
Eu AMO e tenho animais em casa, a poodle por ser pequenininha dorme dentro de casa...porém, sempre fico indignado quando leio texto relacionado a esse problema, onde as pessoas que tem cachorro não se importam com o ser humano que está sendo incomodado.

Eu por exemplo, em hipótese alguma permito que meus animais perturbem meus vizinhos, sempre pergunto a eles se meus animais os incomodam quando eu não estou em casa. E quer saber de uma coisa? É tão fácil agir decentemente/educadamente/respeitosamente/carinhosamente....

Acho uma tremenda ignorância não fazer os cachorros pararem de latir de uma vez por todas, já que, as pessoas trabalham e merecem e devem ter qualidade de vida em suas casas.

Se você que tem cachorro, está lendo esse texto e discorda de mim, só por pensar que cachorro tem que latir mesmo só porque é cachorro, pense na seguinte situação. Imagine que você está em sua casa e assim como você adora cachorro, o seu vizinho é um adorador de FUNK, ele ama funk assim como você a cachorro, imagine ele ouvindo funk com o volume bastante alto a ponto de acordá-lo de madrugada, manhã e etc, e ele mesmo sabendo que te incomoda, não se importa. Tente se imaginar ouvindo ininterruptamente o funk do Mc Catra. VOCÊ, ADORADOR DE CACHORROS IRIA GOSTAR?. Não, é claro que não. Enquanto só você incomoda os outros aí pode não é mesmo? Quando te incomodam aí o vizinho está errado, não é mesmo? kkkkk.

O batimento cardíaco acelera, a pressão sanguínea sobe, o intestino fica travado, o humor muda totalmente, causa insônia, depressão e vários outros problemas sérios. Esses e outros problemas aparecem em pessoas que são atormentadas por cachorros que latem o dia todo sem motivo algum. Mesmo sabendo que VOCÊ pode causar esses males em seu semelhante, você ainda prefere não fazer nada? Bem, se a resposta é sim, você com certeza é uma pessoa que não tem caráter e que possivelmente não teve referências de pessoas de bem dentro de casa quando você ainda estava em formação quando jovem ainda, não passa de um adorador de cachorro e nada mais.

Já li em site americano que quando uma pessoa idólatra cachorros ou outros animais pode ser indício de vários fatores e eu irei citar dois deles:

1) A pessoa pode estar com problemas sexuais, não é amado(a) ou simplesmente não tem capacidade de verdadeiramente amar alguém, é um frustado sexualmente, necessita ter atenção dos cachorros e não se importa com o ser humano, simples assim.

2) Problemas familiares, o pai era agressivo e batia na mãe, ou então o pai era alcoólatra e ausente dentro de casa. A mãe talvez era uma pessoa analfabeta e não tinha condições de instruí-lo adequadamente e hoje você se lembra disso e te incomoda, então você precisa da atenção de animais.

As vezes eu acho que sou muito inteligente e os outros não, porque eu tenho a capacidade de ter animais e amá-los muito e conviver com meus vizinhos SEM problema algum. Enquanto outras pessoas não tem essa capacidade que pra mim é TÃO SIMPLES...simplesmente respeito o ser humano primeiramente, depois os animais.

Ahh, você “adorador de cachorros” que não se importa com os vizinhos, lembre-se do exemplo que eu dei sobre ter vizinho adorador de funk...kkkk.

Sou contra dar veneno a animais, porém sou mais contra ainda uma pessoa dizer que é pro vizinho se mudar por se sentir incomodado com os incessantes latidos, oras bolas... leia o que eu escrevi e REFLITA. Imagina só, uma pessoa ter que se mudar porque o vizinho adorador de cachorro não tem consciência!!!!

Gente, é muito simples resolver essa situação, se coloque no lugar da outra pessoa.
Se você não tem capacidade para fazer seu animal para de latir, você não está capacitado para ter animais. Se for preciso se desfazer do animal para viver em harmonia com seu vizinho....faça-o...simples assim. Eu tenho amigo que já fez isso e hoje é muito amigo do seu vizinho incomodado.

No fundo mesmo, é tudo uma questão de caráter, quem não respeita o próximo, simplesmente não deveria sequer ter nascido ... simples assim.

domingo, 23 de outubro de 2016

O início.


Acredito que o início de uma jornada é sempre o momento mais difícil.  Com esse blog "Eu Quero Renda Passiva", pretendo ao longo do tempo expor meus êxitos e erros no que diz respeito a investimentos. Meu objetivo?  Quero aprender sobre investimentos até chegar ao ponto onde eu possa viver de renda passiva. Não preciso de muito pra ser feliz. No momento pretendo obter renda passiva o suficiente para pagar minhas contas básicas como: água, luz, alimentação, convênios e etc.

Até a pouco tempo atrás, eu era totalmente analfabeto sobre investimentos, termos como: CDI, DI, LCI, LCA, FII, COPOM entre outros, definitivamente não faziam parte do meu vocabulário, apenas poupança. Comecei minha caminhada através de muita leitura e vídeos. No momento me falta coragem para sair da zona de conforto e tirar meu suado dinheiro da poupança e colocá-lo em um investimento que não estou habituado. Sei lá, temo por fazer alguma besteira e o dinheiro sumir.

A princípio eu irei investir no Tesouro Direto, minha estratégia será primeiro aprender o funcionamento do investimento. Vou começar alocando valores baixos até me sentir a vontade nesse universo. 

Nas próximas postagens irei escrever mais sobre mim, pretendo ir direto ao ponto sem muita enrolação, aqui o foco será investimentos mas, também irei escrever rapidamente sobre outros assuntos, preciso melhorar minha escrita também kkkk, a anos não escrevo, só tenho utilizado computador e mesmo assim para fazer desenhos ou criar códigos, escrever que é bom nada. 

Renda Passiva . . . to chegando.

Abs.